AMAC - Ass. Mulheres de Atitude e Compromisso Social. - Atados | Plataforma de Voluntariado
Duque de Caxias, RJ

AMAC - Ass. Mulheres de Atitude e Compromisso Social.

Trabalhamos com acolhimento de mulheres em situação de violência domestica e famílias em situação de vulnerabilidade social dado acesso aos direitos sociais.

Sobre a ONG

A história da AMAC começou quando a sua presidente, Nill Santos, foi vítima de violência doméstica por quase 10 anos. Quando Nill resolveu dar fim a este ciclo de violência decidiu que deveria ajudar outras mulheres a saírem deste mesmo ciclo, assim começou o trabalho de apoio às mulheres e suas famílias. Assim ser iniciu o primeiro passo de um importante processo que é a quebra do silêncio de muitas mulheres.

Nosso público são mulheres, adolescentes e crianças vítimas de violência doméstica ou em situação de vulnerabilidade.

Nossos projetos são: Rodas de conversas e ações sociais itinerantes esses projetos justificam principalmente pela dificuldade que muitas mulheres têm em acessar a rede de atendimento, desconhecendo seus direitos ou onde encontrar.

Para as crianças, o AMAC do Amanhã promove encontros lúdicos e pedagógicos visando e identificar possíveis traumas ou violências sofridas no ambiente familiar e fortalecer sua autonomia para que elas sejam capazes de reconhecer a violência e quebrar o ciclo de violência doméstica, além de não reproduzir-lo quando forem adultos.

Para os adolescentes, além do identificar se houve violência no ambiente familiar, o foco é permitir-lhes possibilidades no mercado de trabalho e independência financeira.

Projeto Nutrindo: Distribuição de leite em pó para crianças menores de 5 anos e idosos a partir de 60 anos. Uma parceria da APPAI e AMAC.

Projeto Escolinha de Futebol: Neste projeto o professor atua com mediador a partir do esporte dos conhecimentos e tentar-se identificar se há na família dos acolhidos situação de violência

Projeto Reforço Escolar: Neste projeto são identificadas as demandas escolares dos acolhidos e é prestado apoio pelos educadores.
Na oficina de artesanato ensinamos técnicas para que desenvolvam habilidades manuais visando a ocupação e a possibilidade de renda e venderem seus produtos.

Nas rodas de conversa a equipe técnica está reunida, antes para criar uma temática na qual os acolhidos se sintam a vontade para demostrar sua visão, e depois atenta àquilo que será dito pelos assistidos. O objetivo é identificar o ambiente em que ocorre a violência doméstica e familiar e atuar no sentido de prevenir ou encaminhar as demandas.

Através das nossas ações conseguimos ajudar estas mulheres e familiares a resistir e combater os vários tipos de machismo, discriminação e violência.Trazendo a mulher ao lugar de protagonismo social e familiar, inserindo-a no mercado de trabalho e desenvolvendo as localidades em que residem.

Prestamos esclarecimento de qualidade as comunidades em especial as mulheres, divulgando a Lei Maria da Penha, 11.340/2006 e informarmos aos grupos em vulnerabilidade social sobre a rede de atendimento a mulher.