Rio de Janeiro, RJ

Saúde Criança Ilha

O Saúde Criança Ilha dá apoio social e fomenta o protagonismo de famílias de crianças com lábio leporino, que estejam com dificuldades para o tratamento.

Sobre a ONG

A Saúde Criança Ilha foi fundada em 2007 e faz parte da Franquia Social Saúde Criança, cuja metodologia de ação é mundialmente reconhecida e premiada. A Associação Saúde Criança, criadora da metodologia, foi considerada a organização não-governamental mais influente da América Latina pela sétima vez consecutiva. No ranking de 2019, feito com 500 ONGs de todo o mundo pela entidade suíça NGO Advisor, a ASC está na 21ª posição.

A Saúde Criança Ilha é uma Organização da Sociedade Civil que, utilizando essa metodologia, busca reestruturar famílias de bebês com lábio leporino e fenda palatina para que os pais continuem o tratamento gratuito dos filhos no Centro de Tratamento de Fissuras Labiopalatinas (CEFIL), do Hospital Municipal Nossa Senhora do Loreto.

A instituição assiste 188 crianças mensalmente e com o nosso suporte foi possível reduzir mais de 90% dos atrasos cirúrgicos que aconteciam por deficiência nutricional do bebê. Em 12 anos, cerca de 1.200 crianças foram apoiadas, mães e pais resgataram a auto estima e famílias alcançaram uma melhor qualidade de vida.

Nós oferecemos atendimento multidisciplinar para as famílias, por um período médio de 2 anos, com orientações nas áreas de:

ASSISTÊNCIA BÁSICA: acompanhamento de serviço social e psicologia; plano emergencial de doação de produtos básicos de higiene e alimentação (cestas básicas, leites infantis).

EDUCAÇÃO/CULTURA: orientação às famílias para a matrícula dos filhos em idade escolar; acompanhamento do desempenho escolar das crianças; incentivo à participação dos pais na vida escolar dos filhos; reingresso escolar dos familiares jovens e adultos.
Promoção de atividades culturais, como teatro e canto Coral, estímulo à humanização hospitalar na Brinquedoteca e enfermarias.

CIDADANIA: orientações às famílias quanto aos seus direitos e deveres, encaminhamento à rede socioassistencial do município e orientações jurídicas.

GERAÇÃO DE RENDA: apoio na busca de uma forma de geração de renda que lhes possibilite autonomia; orientação no planejamento doméstico-financeiro; cursos e encaminhamento profissional.

MORADIA: visitas domiciliares para avaliar o estado geral da moradia das famílias e a presença de sinais de risco para a saúde da criança e sua família; realização de reformas nas casas de famílias que têm casa própria e não apresentam condições básicas de estrutura e instalações.

É com o apoio de voluntários, colaboradores, parceiros e patrocinadores que essa história tem sido escrita.