Florianópolis, SC

Casa da Criança Morro da Penitenciária

Atendemos 115 crianças e adolescentes, das comunidades do Morro da Penitenciária e entorno, no horário oposto da Escola, na perspectiva da Educação Integral.

Sobre a ONG

Na década de 1980 a comunidade do Morro da Penitenciária viveu um processo de organização popular, com inspiração na CEBS - Comunidade Eclesiais de Bases tendo como objetivo construir um local para que as crianças e adolescentes pudessem estudar, brincar e aprender a valorizar a sua cultura e a busca de melhores condições de vida. A Casa da Criança é fruto dessa organização popular em articulação com a Paróquia da Santíssima Trindade, na pessoa do Frei Luís Witiuk. Como consequência de luta e mobilização comunitária a instituição foi fundada em 14 de março de 1988, visando assegurar espaço de referência para o convívio familiar, comunitário e social, articulada à rede de Assistência Social e a rede de Garantia de Direitos. Tem como objetivo possibilitar o desenvolvimento integral das crianças e adolescentes, de 06 a 17 anos de idade, na jornada ampliada, na busca do enriquecimento e desenvolvimento de habilidades e das potencialidades, assegurando ganhos de aprendizado escolar, cognitivo, psicomotor, sócio emocional e cultural.
Destaca-se a metodologia da Educação Integral, das múltiplas linguagens e saberes associados, no desenvolvimento das competências e potencialização das aprendizagens. As atividades são realizadas dentro de três núcleos de Linguagens: Arte e Educação: Apoio Pedagógico, Artes, Música, Educação Ambiental, Formação Humana, Biblioteca, Hora do Conto, Livro em Movimentos, Psicomotricidade Relacional, Educação Ambiental; Esporte e Lazer: Educação Física, Recreação, Brinquedoteca, Capoeira, Dança; Inclusão Digital: alfabetização digital, jogos educativos, Word, Excel, desenho e internet, pesquisas direcionadas que servrm de apoio às outras atividades/oficinas. Prevenção e Saúde: Promoção de Saúde Bucal, Psicologia e o atendimento do Serviço Social.
Como resultados alcançados percebem-se, em conjunto com a escola a melhoria no desempenho escolar, aumento de 60% de leitores contínuos, 100% realizam leituras regulares, melhoramento na escrita, na oralidade, na alfabetização e na resolução de problemas; maior permanência e frequência na escola e ampliação do grau de escolaridade, bem como a inserção dos adolescentes no programa Adolescente Aprendiz; solução de diversos problemas ortodentários; obtenção de consultas à oculista e doação de óculos para as crianças que necessitam; produção e apresentação de diversos trabalhos artísticos; produção de uma horta de produtos orgânicos; diminuição da incidência de casos de violência física e verbal entre os pares, aumento das atitudes interpessoais positivas, respeito às diferenças e às regras, companheirismo, cooperação, solidariedade e espírito de equipe.
Por fim, destacamos as parcerias, alianças institucionais, atuação no âmbito das políticas públicas, trabalho voluntário, transparência, avaliação positiva pelas famílias da comunidade e reconhecimento na sociedade florianopolitana e nacionalmente.