Salvador, BA

Associação Sons do Bem

Somos um projeto social que atende diretamente 250 crianças e jovens, levando a arte cultura

Sobre a ONG

A Sons do Bem desenvolve atividades direcionadas para a brincadeira e a cultura popular. Considerando as condições deficitárias do meio social em que vivem as crianças de baixa renda nas periferias de Salvador, Bahia, é preciso inovar na educação para manter um espaço adequado ao desenvolvimento de atividades de arte, dança, capoeira e brincadeiras tradicionais, literatura cênica, iniciação musical e violão para que o seu público se sinta confiante para a livre expressão e o lazer.

A Sons do Bem é comprometida com a educação, por isso, ela oferece as atividades artísticas aos aprendizes de modo a mantê-los longe das ruas, das situações de violência e da exposição a qualquer ameaça à sua integridade. Pois o talento e o desejo existem também nas crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. Somente lhes falta a oportunidade de acesso à arte, seja com o protagonista ou como apreciador.

Nossa proposta visa atender as crianças em risco social eminente, haja vista a incidência do tráfico de drogas, o trabalho infantil, a violência doméstica e o abuso sexual que prejudicam a população alvo do projeto. As crianças e adolescentes atendidas pelo projeto SONS DO BEM – ARTE E CULTURA DA BRINCADEIRA também terão atividades sócio educativas individuais e em grupo, acompanhamento e encaminhamento da assistente social do projeto.

Como uma estratégia de enfrentamento desse problema, criamos uma metodologia a partir da brincadeira tradicional que pelo lúdico insere as crianças e pré-adolescentes nas linguagens artísticas:

● Iniciação musical e violão;

● Literatura Cênica;

● Capoeira e brincadeiras tradicionais da cultura Africana;

● Danças folclóricas e ballet;
Fotografia

Mídia

Audio visual

informatica basica

● Atividades sócioeducativas.
A cultura popular aparece como estratégia principal para o fortalecimento da identidade cultural brasileira, do resgate,atualização e devolução da cultura da brincadeira às crianças e aos adolescentes, de modo a inserir hábitos saudáveis com atividades coletivas e criativas.

JUNTOS MAIS FORTE