Bibli-ASPA

Buscamos estreitar relações culturais, educativas e econômicas entre países sul-americanos, árabes e africanos através de cursos, pesquisas, publicações, etc.

Fundada em 2003, a Biblioteca e Centro de Pesquisa América do Sul-Países Árabes-África (Bibli-ASPA) surgiu com o foco inicial de impulsionar pesquisas sobre a cultura de países africanos, árabes e sul-americanos e de questões relacionadas aos deslocamentos internacionais, refúgio e imigração. A partir desse trabalho, também tinha, e ainda tem, como objetivo promover a reflexão sobre os temas diante de toda a sociedade civil, por meio de atividades culturais, como exposições de fotografias, caligrafias, pinturas e demais artes, saraus, eventos literários e musicais, dentre outras ações.

Com o tempo, a questão do refúgio e imigração começou a ser uma realidade cada vez mais próxima do Brasil, de forma que a ONG iniciou trabalhos sociais com a comunidade de refugiados do País.

Hoje, a Bibli-ASPA está alicerçada em cima de três eixos: cultura, pesquisa e ações sociais. O último pilar tem se tornada cada vez mais sua prioridade, diante da crise humanitária que o mundo vive, com o número de refugiados e deslocados entre países tendo ultrapassado o da Segunda Guerra Mundial, segundo a Agência da ONU para Refugiados (Acnur). Assim, a ONG oferece diversos serviços inteiramente gratuitos para esse público, com destaque para o Programa de Língua Portuguesa e Cultura Brasileira, já que o idioma é a principal barreira que os refugiados encontram para se inserir no mercado de trabalho, obter documentação e em todo o seu processo de estabelecimento no Brasil.

Além disso, a instituição oferece transporte para que eles possam ir até o local e assistir às aulas, alimentação, espaço para convívio e socialização com outros refugiados, assistência jurídica, psicológica e social, auxílio para acesso a serviços de saúde, tradutores para acompanhá-los em órgãos públicos, dentre outras formas de ajuda.

A Bibli-ASPA também entende seu forte papel na articulação com a sociedade civil para o combate a discursos de ódio e para a promoção da cultura de paz. Dessa forma, realiza palestras e mesas de debates, publica na imprensa informações sólidas sobre a questão dos refugiados e imigrantes, a fim de invalidar qualquer tipo de xenofobia, racismo e intolerância religiosa, e trabalha para a disseminação de conhecimentos de diversas formas.

O Programa de Idiomas e Culturas por Refugiados para Brasileiros tem essa finalidade. Por meio dele, a comunidade brasileira pode aprender um idioma de seu interesse, com intervenção de cultura africana, árabe, haitiana ou magrebina, e, dessa forma, realizar trocas culturais com refugiados altamente qualificados, em sala de aula, e, assim, desfazer qualquer tipo de preconceito. Os professores são remunerados para ministrar esses cursos.

Além disso, a ONG também tem militado pela causa dos refugiados e imigrantes, participando de discussões e levantando pleitos para que haja mudanças nas políticas públicas do Brasil.

Vagas da ONG

Web Designer

Voluntario de Web Designer para manutenção de nossas redes sociais e atualização e criação de materiais de divulgação!